âncora para o conteudo
Doação de Sangue: você pode salvar muitas vidas
Publicado em: 13/06/2017

Doação de Sangue: você pode salvar muitas vidas


Uma das atitudes mais nobres que um ser humano pode ter em relação ao outro é doar sangue. A doação pode ajudar pessoas em tratamento de doenças graves e vítimas de acidentes que demandam transfusão.

Hoje, o Brasil está quase atingindo a marca de 4 milhões de bolsas coletadas por ano, praticamente 2% da população total do país. A OMS (Organização Mundial da Saúde) e o Ministério da Saúde enxergam a porcentagem de modo positivo, mas não deixam de lutar por meio de campanhas e medidas simples (como diminuir a idade mínima de 18 para 16 anos - com autorização dos responsáveis - e aumentar de 67 para 69 anos a idade máxima permitida para doação) para que o índice aumente. ¹


Os requisitos para ser um doador são ²:

  • Não ter convulsões recentes;
  • Não ter doenças transmissíveis pelo sangue;
  • Não ter sido portador de malária ou hepatite após os 10 anos de idade;
  • Não fumar nem ingerir álcool 24 horas antes da doação;
  • Alimentar-se de forma leve e saudável;
  • Não fazer uso de medicamentos contínuos;
  • Não ser gestante;
  • Ter dormido pelo menos 6 horas na noite anterior;
  • Não ter feito nenhuma tatuagem ou maquiagem definitiva no último ano;
  • Não ter feito qualquer procedimento endoscópico em 6 meses.

 


Após a doação, é recomendado que o doador se hidrate bastante, evite realizar atividades que envolvam esforço físico, não fume nem beba álcool neste dia e mantenha uma dieta saudável.

Os homens podem doar sangue a cada 2 meses e não devem exceder 4 doações por ano, enquanto as mulheres podem doar a cada 3 meses, fazendo apenas 3 doações por ano por conta da demorada reposição dos estoques de ferro no sangue, em virtude das perdas durante os ciclos menstruais. O estado de São Paulo e o Distrito Federal oferecem algumas vantagens para pessoas que são doadoras regulares, como a isenção da taxa de inscrição para concursos públicos.³

É importante frisar que apenas uma doação é suficiente para ajudar até quatro pessoas, pois os hemocomponentes são divididos em: crioprecipitado, plasma fresco congelado, concentrado de plaquetas e concentrado de hemácias. Ou seja, diferentes bolsas provenientes do mesmo sangue que resolvem diversos casos. E aí, vamos salvar a vida de alguém hoje?



Referências:
1 - A importância da doação regular de sangue. Gabriela Rocha. Disponível em: <http://www.blog.saude.gov.br/35615-a-importancia-da-doacao-regular-de-sangue.html>. Acesso em: 30/06/2016.
2 - Requisitos básicos para doação de sangue. Fundação Pró-Sangue. Disponível em: <http://www.prosangue.sp.gov.br/artigos/requisitos_basicos_para_doacao>. Acesso em: 30/06/2016.
3 – Esclarecendo dúvidas. Hemope. Disponível em: <http://www.hemope.pe.gov.br/queroserdoador-escladuvidas.php>. Acesso em: 14/12/2016.

Login

Cadastre-se